Idosos terão cartão para poder passar de graça por catracas de ônibus

Idosos terão cartão para poder passar de graça por catracas de ônibus

Segundo decreto publicado no Diário Oficial do Município de Salvador nesta terça-feira (6), a partir de 30 de junho as pessoas maiores de 65 anos terão que portar o Cartão do Idoso para ter acesso gratuito aos assentos localizados na parte de trás dos novos coletivos, que ficam após as catracas. Os idosos que não quiserem fazer o cadastro, só terão acesso de graça aos três assentos que ficam antes da catraca, na parte da frente do ônibus.
Até o fim do prazo, os cobradores dos veículos deverão autorizar a passagem pela catraca das pessoas maiores de 65 anos que não possuem o Cartão do Idoso.

Segundo Fábio Mota, secretário de Mobilidade Urbana de Salvador, todas as pessoas maiores de 65 anos terão gratuidade nos ônibus da capital baiana. “Determinamos a todos que a partir de amanhã seja implementado e obedecido o decreto, que é dar acesso ao idoso à parte traseira do ônibus. A ideia nossa é distribuir gratuitamente o cartão para os idosos da cidade de Salvador, e enquanto não tivermos cadastrados 100% dos idosos, eles estão autorizados a passar pela catraca”.

A lei federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, que dispõe sobre o Estatuto do Idoso, diz que “aos maiores de 65 anos fica assegurada a gratuidade dos transportes coletivos públicos urbanos e semi-urbanos”. O texto ainda destaca que “para ter acesso à gratuidade, basta que o idoso apresente qualquer documento pessoal que faça prova de sua idade”.

Problemas
Idosos que usam o transporte público em Salvador se queixam dos novos ônibus que começaram a circular este ano. Isto porque os veículos só têm três cadeiras especiais antes da catraca, e os cobradores não estão deixando os idosos passarem sem pagar.

Nos ônibus mais velhos, são 11 lugares no total para idosos, gestantes, cadeirantes e deficientes. Nos coletivos novos, dois lugares na frente estão reservados para idosos, e um para deficiente, mas também pode ser ocupado por pessoas mais velhas. Passando a catraca, são mais três espaços para quem usa cadeira de rodas e para quem é cego e tem cão guia, além de um banco que cabe uma gestante e um deficiente.

fonte:http://www.cwaclipping.net/sistema/newsletter/visualizar/materia.php?security=a368807c08e3.1961402.4211282