2014 – MAITENA – SUPERADAS

2014 – MAITENA – SUPERADAS

cartaz_A3

Com direção de Eduardo Figueiredo (mesmo diretor de Mulheres Alteradas), Superadas retrata um novo momento da mulher contemporânea, já com questões que vão além de filhos e ex-maridos, como por exemplo, o conflito com o próprio corpo diante da maturidade iminente.

Separações, cirurgias plásticas, conflitos de gerações, independência e realizações pessoais formam o repertório encarado com humor ácido e tiradas sagazes e inteligentes próprios de Maitena.

Na adaptação teatral de Miguel Paiva (também cartunista como Maitena, criador de célebres personagens como a “Radical Chic” e o “Gatão de Meia-Idade”), essas mulheres são: Marta (Flávia Guedes), Margarida (Catarina Abdalla), Marisa e Patrícia (Mel Lisboa), a mais jovem, filha de Margarida.

O espetáculo gira em torno de uma festa organizada por Margarida. Ela quer comemorar sua tão esperada independência depois de anos casada. Além da separação, Margarida quer festejar a alta da terapia e o abandono da opressão de seu personal trainer, além de seus seios novos.

Marta e Marisa são suas amigas mais próximas e dividem com ela não só suas aventuras e desventuras como seus próprios dramas pessoais. Além disso, durante o espetáculo interpretam outras personagens como a empregada tirana, a moça da plateia e a cartomante.

Raphael Viana, o único ator, também se divide entre os papéis do ex-marido de Margarida e pai de Patty, o personal trainer, o rapaz da plateia, um garçom e outros personagens masculinos. “Superadas representa outro estágio da Mulher contemporânea, apontado por Maitena. Administrar sua vida profissional, pessoal, de seu ex e/ou atual marido, dos filhos e ainda por cima, ser bonita”, define Eduardo Figueiredo.

Entremeada com alguns números musicais, com direção musical do fenômeno da musica nacional “Dani Black”, Superadas é uma comédia moderna, que retrata o universo feminino em intensa transformação, não só pelas mudanças sociais pelas quais as mulheres passaram nos últimos anos, como também pela inevitável passagem de tempo para quem tanto se preocupa com isso.

Mas, como toda comédia, tudo acaba, mesmo constatando os dramas inerentes, de maneira otimista e divertida e colocando questões para serem pensadas depois que o espetáculo acaba. Como toda obra de humor deve fazer.

A produtora manhas & manias, faz do Brasil o único País, incluindo a Argentina, autorizado a adaptar os cartuns de Maitena para o teatro. A autora, inclusive, assistiu duas vezes a montagem de Mulheres Alteradas e também por isso permitiu a adaptação de Superadas que conserva a essência de seus cartuns.

Ficha Técnica:

Autora: Maitena

Dramaturgia: Miguel Paiva

 

Elenco: Catarina Abdalla, Mel Lisboa, Flávia Guedes e Raphael Viana

 

Direção: Eduardo Figueiredo

Direção Musical e Trilha original: Dani Black

Músicos/Estúdio: Maicon Ananias e Felipe Roseno

Figurinos: Theodoro Cochrane

Assistente de figurinos: Tatiana Cavalin

Cenário: Maíra Knox

Desenho de Luz: Fernando Azambuja e Otavio Dias

Preparação de elenco: Dani Biancardi

Coreografias: Janaina Marlene

Programação Visual: Mariana Resnik

Fotos: Guga Melgar

Assistente de Direção: Diogo Villa Maior

Estágio de direção: Frederico Giesen

Gerente de produção: Bia Izar

Produção executiva: Aline Pereira

Assistência de Produção: Gisa Guttervil

Assistência de produção RJ: Tarso Souza

Secretária: Renata Vieira

Administrador: Thaís Somaio

Direção de produção: Maurício Machado

 

Realização e produção: manhas & manias de eventos

MAITENA

Um dos maiores fenômenos editoriais do mundo, Maitena tem mais de 300 mil livros vendidos somente em seu país de origem: A Argentina. É hoje o principal e maior nome feminino como cartunista no mundo.

Suas charges e tiras foram e continuam sendo traduzidas em mais de 30 países, publicados em importantes revistas e jornais como o espanhol El País; o italiano La Stampa; El Mercúrio, do Chile; El Nacional, da Venezuela; o francês Lê Figaro, entre outros.

Suas histórias já foram lançadas na Espanha, França, Portugal, Alemanha, México, Austrália e Uruguai. A Edição espanhola de Mulheres alteradas 5 alcançou rapidamente a marca dos 100 mil exemplares vendidos.

O alvo principal da Chargista são as mulheres de 15 a 80 anos. Mas, por tabela, maridos, filhos, namorados, amantes, chefes e todos os homens que têm mulheres em suas vidas.

No Brasil, ela já publicou  7 livros: Mulheres Alteradas 1 ao 5 e Superadas 1 e 2.

A adaptação de seu livro “Mulheres Alteradas” para os palcos, já foi visto por mais de 220 mil pessoas, permanece em cartaz ininterruptamente desde a estreia em Julho de 2010 no Teatro Procópio Ferreira, indo para o quarto ano em cartaz, e atualmente em excursão pelo país novamente; além disso, já começam os preparativos para se tornar filme. E agora chegam aos palcos, pelas mãos da mesma equipe de criadores e produtora, seu segundo Best-seller: “Superadas”.