2011 – MELHORES DO MUNDO

2011 – MELHORES DO MUNDO

Hermanoteu_Na_Terra_De_Godah_Cia_De_Comedia_Melhores_Do_MundoNesse ano foram patrocinadas 3 peças da Cia Melhores do MUNDO.

Os melhores do Mundo Futebol Clube:

Euforia e a intensidade de um estádio cheio de cores e vida.

Futebol. A verdadeira paixão nacional, assunto na boca de dez entre dez brasileiros. Qual é a química desse esporte que deixa pra trás a política, a novela, o automóvel e a vizinha? Que é audiência garantida e rende intermináveis polêmicas juvenis até nos mais sexagenários.

Humor. Assim, a Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo sente-se na obrigação de entrar em campo, descer do salto e fazer uma goleada à sua maneira. Numa série de quadros, Os Melhores do Mundo Futebol Clube vai visitar os tipos, as situações, as angústias e as glórias do mundo da bola. Um espetáculo que promete disparar o coração da torcida e desopilar o seu fígado. Os Melhores do Mundo tão na área. Derrubou é pênalti!

Futebol, como a chamamos, foi uma peça feita com carinho. Cada um escreveu um pouco e, juntos, fizemos o melhor: dar forma e humor a um tema tão envolvente. No meio de um ano turbilhonado por temporadas fora, a Cia. estreou Futebol em junho de 2002 – junto com a Copa Penta Campeã – no Teatro dos Bancários, em Brasília, mas ensaiou mesmo em São Paulo, Belo Horizonte, Goiânia…

HERMANOTEU NA TERRA DE GODAH

Em agosto de 95, ainda ajustando os eixos do humor que pretendíamos conduzir, quando apresentamos Hermanoteu na Terra de Godah no Teatro Garagem do SESC, dava-nos a impressão que divertíamo-nos mais do que o público, e isso não é nada bom para um grupo cômico. Entretanto, ao longo dos anos e de tantas remontagens, Hermanoteu não apenas ganhou uma forte carga humorística, mas além disso, o reconhecimento em todo Brasil e Portugal.

Seguindo a linha de sátiras do grupo, Hermanoteu na Terra de Godah visita a diversidade fantástica do Livro dos livros. Entre as densas páginas do Antigo Testamento, encontramos nosso pacato protagonista perambulando por domínios romanos entre pestes, bárbaros e deuses pagãos. Quando o homem enfrentava a ira de um deus menos complacente, Hermanoteu, irmão de Micalatéia e típico hebreu do ano zero – camarada, bom pastor e obediente –, recebe uma missão divina: guiar Seu povo à Terra de Godah. Nessa jornada que não guarda compromisso com a cronologia histórica ou com o bom senso, o peregrino esbarra em Cleópatra e até mesmo no Filho do Todo Poderoso, além de outros tantos personagens fantásticos. Um espetáculo reverenciado pelo público, onde a Cia.

orgulhosamente recebe o humorista Chico Anysio, interpretando Deus (com textos em off).

Hermanoteu na Terra de Godah foi o segundo espetáculo do grupo a ser registrado em DVD, gravado em 2009 no Citibank Hall, em São Paulo.

DINGOU BÉUS

O auto de Natal da Cia. estreou em 98 e marcou nossa entrada na Sala Villa Lobos do Teatro Nacional. Uma sátira que usa e abusa das tradições de fim-de-ano, mas pretende estabelecer-se como tal. Hoje Dingou Béus está no primeiro time de espetáculos do grupo e, no fim do ano, leva por todo Brasil a visão mais ousada e divertida dessa festa cristã.

Quem é que não se emociona no Natal? Não importam a religião, a nacionalidade, a cor ou grau etílico, todos ficam sensíveis a esta teia de magia que envolve a Terra nessa época do ano. Reis magos, estrelas, boi, burro e Papai Noel: o Natal é certamente a festa ocidental que envolve o maior número de alegorias e, apesar de todo o gigantesco apelo comercial, a Sagrada Família é lembrada em milhões de lares e festejada por bilhões de pessoas.

Enfim… o Natal é época de amar, dar, perdoar e – por que não? – rir! E é movida pelas forças natalinas que a Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo apresenta Dingou Béus. Finalmente o nascimento do Chefe ganha uma versão corajosamente divertida:

Maria e José aguardam o Pequenino, Papai Noel e suas renas preparam mais um Natal e, se os Reis Magos tentam encontrar Belém e a manjedoura, Roberto Carlos esquenta a garganta para mais um especial de fim-de-ano… Tudo ao mesmo tempo agora! Isso é Natal! Isso é Dingou Béus!